Startups israelenses dominam setor de tecnologia

SÃO PAULO – As startups focam os seus trabalhos principalmente no setor tecnológico e Israel é o país que mais está ganhando repercussão nessa área. Não é difícil ver manchetes sobre empresas israelenses que estão lançando gagdets e aplicativos.

Este é o caso da StoreDot que criou o protótipo do carregador consegue deixar a bateria do dispositivo em 100% com apenas 30 segundos, através de semicondutores feitos a partir de compostos orgânicos chamados de peptídeos.

Outro exemplo é a Shopcloud. No início do ano, a empresa lançou o Inside, o primeiro aplicativo de GPS capaz de localizar um usuário do smartphone dentro de locais fechados. O sistema identifica a localização de um usuário pelo smartphone com base no hardware do próprio dispositivo, como a câmera do celular, para alimentar a localização, em vez de utilizar apenas a internet. Isso significa que o app pode funcionar sem sinal, até em modo avião. Ele também não requer hardware transmissor adicional instalado nos locais.

Além disso, as grandes potências do setor já perceberam que as startups israelenses estão se destacando no mercado, tanto que em outubro do ano passado o Facebook comprou a Onavo – empresa que criou um aplicativo que ajuda os consumidores a reduzirem os custos com telefonia através do uso eficiente dos dados – para alavancar a projeto Internet.org, com o objetivo de facilitar e baratear o acesso à internet em países emergentes.

Fonte: Yahoo Brasil