Relatório da Autoridade de Inovação de Israel mostra empresas inovadoras Israelenses trabalhando em soluções para a crise climática

Ag-tech, food-tech, water-tech, clean-tech. Esses campos bem estabelecidos em Israel, entre tantos outros, podem ser agrupados sob um novo guarda-chuva: o ecossistema de tecnologia do clima. Agora temos o primeiro mapeamento de empresas israelenses desenvolvendo tecnologias voltadas para a mitigação e adaptação às mudanças climáticas.

“Israel’s State of Climate Tech 2021”, um relatório inédito, foi lançado em 18 de outubro pela Autoridade de Inovação de Israel e pelo PLANETech do Instituto de Inovação de Israel.

As cinco principais áreas de desafio em tecnologia climática identificadas no relatório são agricultura, energia limpa, mobilidade e transporte, infraestrutura hídrica e proteínas alternativas.

Proteínas alternativas e construção verde apresentam o crescimento mais rápido de startups nos últimos três anos. Domínios emergentes que mostram um aumento significativo são cadeias de suprimentos transparentes e ágeis, novos materiais, circularidade e perda e desperdício de alimentos.

Dror Bin, CEO do IIA, disse que a crise climática é a ameaça global mais significativa que a humanidade enfrenta. “Embora uma série de atividades estejam ocorrendo em nível internacional, os olhos do mundo inteiro estão voltados para o setor de tecnologia para produzir soluções inovadoras para reduzir as emissões de gases de efeito estufa e lidar com as consequências da crise”, disse Bin.

“A inovação climática não é apenas uma etapa importante na guerra contra a crise climática, mas também uma oportunidade de negócios significativa para o crescimento de uma indústria tecnológica inovadora, diversificada e sustentável.”

O potencial do armazenamento energético

O relatório IIA-PLANETech encontrou um salto no número de novas startups lidando com questões climáticas em Israel já em 2014.

Hoje, Israel tem cerca de 1.200 empresas que fornecem soluções para os desafios climáticos, incluindo 637 startups e empresas em crescimento estabelecidas em 2000 ou mais tarde. Nove por cento das empresas israelenses estabelecidas em 2020 desenvolvem soluções tecnológicas que podem amenizar a crise climática.

Existem 235 empresas desenvolvendo sistemas de energia limpa, com o armazenamento de energia identificado como um campo com potencial especialmente alto baseado em investimentos.

Existem ainda 212 sistemas em desenvolvimento de agricultura inteligente para o clima, com a agricultura de precisão identificada como de alto potencial; 127 em mobilidade e transporte sustentáveis, com a nova mobilidade tendo um potencial especialmente elevado; e 45 empresas desenvolvendo proteínas alternativas, das quais a carne cultivada tem o maior potencial.

“O relatório que compilamos posiciona Israel como líder global em tecnologia climática e destaca as áreas que têm potencial único em Israel”, disse o diretor da PLANETech, Uriel Klar.

“A visão da PLANETech e seus parceiros é transformar Israel em um centro global para tecnologias climáticas que ajudem a reduzir as emissões de gases de efeito estufa em Israel e ao redor do mundo”, disse Klar.

Outros destaques do relatório “Israel’s State of Climate Tech 2021”:

Israel está no topo da lista de países do G20 que operam nas áreas de carne cultivada, sistemas de irrigação, agricultura de precisão e dessalinização de água. Mais de 560 entidades de investimento privado, a maioria fundos de capital de risco estrangeiros, investiram um total de US $ 2,97 bilhões em empresas climáticas israelenses entre 2018 e 2020.

Os investimentos totais no primeiro semestre de 2021 somaram 40% dos investimentos totais nos três anos anteriores. O governo israelense, liderado pelo IIA, investiu US $ 280 milhões em iniciativas climáticas de 2018 a 2020.

Das 200 empresas climáticas israelenses pesquisadas, 72% disseram que seu desafio mais significativo é obter financiamento. Isso se deve em parte à falta de uma única entidade de investimento israelense dedicada a esse campo. E a maioria dos maiores fundos globais de tecnologia climática não investiu em Israel até agora.

No entanto, o futuro parece brilhante para o ecossistema de tecnologia climática de Israel. “Uma análise das inovações climáticas globais identifica a vantagem competitiva de Israel em comparação com outros ecossistemas de inovação climática ao redor do mundo”, escrevem os autores do relatório.

Fonte: Israel21c. Leia a notícia completa em inglês aqui. 

Para conhecer mais sobre o Ecossistema de Inovação de Israel, entre em contato conosco em: rio@israeltrade.gov.il