Tecnologia educacional israelense auxilia professores a lançar um ano escolar incomum

Com a pandemia ocasionada pelo coronavírus, a educação à distância se tornou protagonista e a solução para evitar a interrupção das aulas. Ao mesmo tempo, grandes desafios surgiram com essa nova forma de relacionar com o ensino. A princípio, o foco das instituições de ensino e empresas estava na criação de soluções e técnicas de ensino à distância que pudessem suprir o conteúdo oferecido em sala de aula. No entanto, no decorrer da pandemia, empreendedores de tecnologia educacional observaram que o principal desafio está relacionado à dinâmica de sala de aula e estrutura (conectividade, falta de interação social…) e não necessariamente ao conteúdo. 

Pensando dessa perspectiva, empresas israelenses começaram a inovar em soluções tecnológicas para educação que pudessem mitigar os problemas logísticos e a falta de socialização. 

“A escola era a rotina diária das crianças e de repente ela não existe mais”, diz Cecilia Waismann, vice-presidente de P&D da MindCET.

O CEO da empresa, Avi Warshavsky, acrescenta: “Os maiores desafios são estruturais. Os professores sabem dar uma aula de 45 minutos em uma escola tradicional e agora precisam repensar todo o processo de aprendizagem ”. 

Algumas startups focaram, então, no desenvolvimento de soluções que possam mitigar esses desafios:

  • A Indimo ajuda os professores a equipar os alunos com habilidades de aprendizagem autodirigida desde cedo, seguindo um currículo personalizado que organiza o assunto de acordo com os estilos de aprendizagem.

  • A Digital Tuesday ensina um conjunto de tópicos de alfabetização de dados para aprimorar a interação humana-computador diária.

  • A Taylor-Ed trabalha motivação, confiança, aptidão social, memória e foco dos alunos na composição de grupos de trabalho. Os professores escolhem as atividades colaborativas e individuais mais eficazes para incorporar ao plano de aula de cada grupo a partir de mais de 5.000 atividades online e offline organizadas pela plataforma. Veja o vídeo.
  • A Class-me fornece ferramentas para ajudar os alunos a lidar com a sobrecarga de informações digitais e se comunicar mais facilmente com professores e colegas. Entre esses produtos estão aplicativos de bate-papo em tempo real, tutores on-line sob demanda, ferramentas de avaliação para professores e uma rede de comunicação privada premium personalizada para cada escola, classe e faixa etária. Veja o vídeo.

  • A Verbit, que oferece serviços de transcrição e legendagem gerados por IA, respondeu à mudança da Covid-19 com um novo aplicativo de desktop Live Room que fornece transcrições e legendas interativas em sessões de Zoom ao vivo. O Live Room ajuda as escolas a oferecer cursos online que atendem aos requisitos de acessibilidade e oferecem maior envolvimento com o Zoom. As transcrições podem ser compartilhadas diretamente do aplicativo ou baixadas para criar materiais de estudo. Veja o vídeo

Fonte: Israel21c.org

Obtenha mais informação sobre o setor e conheça mais empresas entrando em contato através do e-mail [email protected]