Investigador cibernético israelense descobre vazamento de senha da Microsoft

Uma violação no mecanismo de login da gigante da tecnologia fez com que mais de 372.000 nomes de usuário e senhas vazassem.

Um investigador cibernético israelense descobriu uma violação no software da gigante da tecnologia Microsoft que permitiu o vazamento de mais de 372.000 nomes de usuário e senhas, anunciou a empresa de segurança cibernética Guardicore na quarta-feira.

Amit Serper, investigador do Guardicore Labs que já trabalhou como investigador cibernético no Gabinete do Primeiro Ministro, descobriu uma violação no mecanismo de login da Microsoft.

De acordo com a equipe de investigadores cibernéticos do Guardicore Labs, o mecanismo envia automaticamente nomes de usuário e senhas para domínios de rede.

Usando essa descoberta, a equipe comprou vários nomes de domínio, bem como mais de 372.000 nomes de usuário e senhas de clientes Microsoft foram posteriormente enviados para esses domínios.

Centenas de milhares de contas conectadas a produtos da Microsoft, como o Outlook, podem ser invadidas usando essa violação no mecanismo da Microsoft.

Guardicore observou que esse incidente mostrou como as senhas podem vazar de qualquer empresa sem serem notadas.

Serper ganhou reconhecimento internacional depois de se tornar o primeiro investigador cibernético a descobrir um código que anulou o ataque cibernético de malware de criptografia NotPetya de 2017.

Fonte: The Jerusalem Post

Conheça empresas israelenses com soluções de segurança cibernética entrando em contato através do e-mail [email protected]