Startup israelense desenvolve sistema de dois milhões de dólares para elevar treinamentos nos eSports

A startup israelense Edge Gaming desenvolveu um sistema de dois milhões de dólares, conectando times de eSports profissionais com seus fãs, e estabelecendo rodadas de treino para que eles se sintam como parte do time.

O sistema incorpora tecnologia que analisa a reação do jogador, seu processo de pensamento e estilo de jogo, para melhorar a cognição e desenvolver as habilidades do jogador. Com esta ferramenta, times de eSports poderão organizar suas próprias academias de treino, permitindo que entusiastas sigam o mesmo processo dos profissionais, com a possibilidade de eventualmente serem chamados para as equipes.

A Edge Gaming alcançou seu objetivo pre-seed de dois milhões de dólares, em uma campanha de financiamento liderada pela AnD ventures e Stardom Ventures, ambas empresas israelenses.

A soma irá para a integração do novo sistema, desenvolvido pelos irmãos Asaf e Omrit Gazit, fundadores da startup que ocupam os cargos de CEO e COO, respectivamente. Segundo Asaf, “em nosso treinamento militar, preparamos soldados para algumas das situações mais complicadas que uma pessoa pode enfrentar. Descobrimos que, apesar de diferenças óbvias, treinar militares e profissionais dos eSports são desafios comparáveis”.

Ainda segundo ele, “nos eSports, jogadores precisam processar uma grande quantidade de informações em questão de segundos. O sistema que criamos, primeiro de seu tipo, analisa a capacidade do jogador em processar esta informação e oferece atividades-treino para melhorar seu desempenho.

Fonte: The Jerusalem Post