Príncipe William conhece startups israelenses durante viagem a Israel

O duque de Cambridge chegou em Tel Aviv nesta segunda-feira (25), dando início a uma viagem histórica: é a primeira vez que um membro da família real britânica realiza uma visita oficial a Israel. Conheça as startups israelenses que despertaram o interesse do príncipe:

ReWalk – Este sistema incrível, criado pelo cientista e tetraplégico israelense Dr. Amit Goffer, permite movimentos acionados no quadril e nos joelhos para possibilitar que pessoas com lesões na medula espinhal fiquem de pé e andem. A partir de agora, este é o único exoesqueleto que foi aprovado pelo FDA depois de muitos estudos clínicos e exaustivos testes de desempenho.

 

A OrCam é uma empresa israelense, fundada em 2010, que tem por missão desenvolver um “sistema visual portátil e com capacidades humanas para pessoas cegas e com deficiência visual”, através do uso da inteligência artificial da computação e da realidade aumentada. O dispositivo OrCam possui uma pequena câmera conectada por um cabo fino a um computador portátil, projetado para caber no bolso do usuário. O sistema se encaixa nos óculos do usuário com um pequeno ímã e usa um alto-falante de condução óssea para oferecer uma fala clara, pois lê em voz alta as palavras ou objetos apontados pelo usuário. O sistema é projetado para reconhecer e falar artigos de jornal, bem como números de ônibus, e objetos tão diversos como marcos, semáforos e rostos de amigos.

MyndLift está desenvolvendo jogos interativos para crianças e adolescentes com dificuldades de atenção e concentração.

AlgoBrix desenvolveu um jogo de programação para ensinar os fundamentos de programação e robótica para crianças usando peças de Lego com funções inteligentes.

Imagem: Royal.uk