Uma camiseta que monitora o coração e salva vidas

A camiseta israelense hWear da HealthWatch que realiza eletrocardiogramas (ECG), monitora o coração por meio de sensores que leem os sinais vitais e informam os médicos sobre a saúde do paciente.

A empresa israelense é uma das primeiras no mundo a comercializar uma camiseta que pode ler frequência cardíaca, pressão arterial, irregularidades cardíacas e outros sinais vitais. A velocidade é o foco: os dados são gerados em tempo real e chegam ao médico imediatamente, permitindo o acompanhamento de pacientes cardíacos remotamente, sem a necessidade de conectá-los a um dispositivo em um consultório.

A HealthWatch inaugurou a sua linha hWear na reunião anual da Associação Americana de Telemedicina recentemente. A camiseta é feita com fios de algodão ou fios sintéticos padrão, com eletrodos especiais extremamente finos que enviam sinais vitais via Bluetooth ou uma conexão Wi-Fi para um banco de dados em nuvem, onde são processados. Caso algo anormal seja detectado, os médicos do paciente são alertados e um protocolo de tratamento pode ser iniciado imediatamente.

“Nossas camisetas hWear medem os sinais vitais com a mais alta qualidade sem adesivos, géis ou preparações depilatórias tanto para homens quanto para mulheres. As roupas são laváveis na máquina e compatíveis com a maioria dos sistemas de telemetria cardíaca”, de acordo com Uri Amir, Diretor-Presidente da HealthWatch.

Atualmente, as camisetas estão registradas no FDA como dispositivos de Classe I, mas a empresa está entrando com um pedido para “atualizá-las” para dispositivos de Classe II para que elas possam ser utilizadas, também, em ambientes médicos profissionais.

“Ao contrário de outros produtos que informam apenas a frequência cardíaca, a nossa nova roupa de saúde é um verdadeiro dispositivo médico que monitora eletrocardiogramas completos com 15 condutores junto com outros sinais vitais fisiológicos. Ela mudará o futuro do monitoramento pessoal oferecendo tranquilidade contínua aos usuários – onde quer que o estilo de vida deles os levem”.

A Intel considera a wearable technology – uma tecnologia que pode ser vestida – uma das mais importantes para os próximos anos. Neil Cox da Intel Europa diz, “Esperamos que 500 milhões de peças de wearable technology sejam vendidas anualmente até o final da década. ”. A Intel encara a wearable technology como uma tecnologia que agradará a uma ampla variedade de pessoas – não apenas aqueles sob constante supervisão médica.

Fonte: Times of Israel

Imagens: HealthWatch