Empresa israelense prepara unidade de impressão biológica 3D de órgãos

Esta notícia foi retirada do site Globes.

A empresa israelense de medicina regenerativa CollPlant Holdings Ltd. criou uma divisão que terá como foco o aprimoramento de uma tinta biológica com base em colágeno. A BioInk da CollPlant será destinada ao uso em impressoras 3D que imprimam órgãos e tecidos utilizando várias tecnologias de impressão.

O diretor-executivo da CollPlant, Yehiel Tal, afirmou que “durante os últimos meses, intensificamos substancialmente nossas atividades na área de impressão 3D, impulsionando uma tinta biológica que estamos desenvolvendo com base em nossa tecnologia rhCollagen. A proteína do colágeno é ligada por códigos e também constrói blocos em tecidos conjuntivos no corpo humano, sendo, assim, ideal para uso como tinta biológica. Em particular, nossa rhCollagen é especialmente adequada para uso em humanos devido à sua homogeneidade superior, ao seu alto perfil de segurança e ao fato de não causar reação imunológica. Atualmente, estamos desenvolvendo várias formulações de tinta biológica para várias indicações e estamos também trabalhando com várias empresas internacionais de grande porte, com o objetivo de colaborar com o desenvolvimento da impressão de órgãos e tecidos”.

De acordo com o Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA, o número de pessoas nos Estados Unidos da América esperando por um transplante de órgãos cruciais e vitais, como rim, fígado ou pâncreas, é de aproximadamente 118.000, sendo que a lista de espera para transplante de órgãos cresce a cada ano. A BioInk é um componente importante do crescente mercado de impressão biológica 3D, que tem previsão de crescimento de aproximadamente US$ 1,8 bilhão até 2022, e de crescimento substancial, na medida em que a tecnologia de impressão e todos os seus componentes continuam a ser aperfeiçoados.

Fonte: Globes

Share on LinkedInShare on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someoneShare on Google+