EMBRAPII e Autoridade de Inovação de Israel anunciam selecionados de sua primeira colaboração em P&D

Serão investidos US$ 7,5 milhões em projetos de inovação a serem realizados de forma colaborativa por empresas brasileiras e israelenses

Este artigo foi retirado de Computerworld 

A Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII) e a Autoridade de Inovação de Israel (IIA) anunciaram que apoiarão o desenvolvimento de quatro projetos de inovação realizados de forma colaborativa por empresas brasileiras e israelenses.

De acordo com a EMBRAPII, serão investidos US$ 7,5 milhões. O fundo será distribuído entre empresas de ambos os países, agências de fomento à inovação e centros de pesquisa. A EMBRAPII financia com recursos não reembolsáveis 1/3 da parte da empresa brasileira em cada projeto.

“A parceria com a IIA mostrou que esta iniciativa pode levar as indústrias do Brasil e de Israel a ficarem mais atentas para a grande gama de oportunidades a serem exploradas entre os dois países”, destacou Jorge Guimarães, diretor-presidente da EMBRAPII.

Já Aharon Aharon, presidente do IIA, afirma que a parceria entre Brasil e Israel será importante para o setor industrial e para a área de inovação tecnológica, trazendo impacto positivo para a economia de ambos os países. “Estamos felizes em ver resultados tão notáveis, que são consequência da primeira colaboração em pesquisa e desenvolvimento entre Israel e Brasil”, afirmou.

Conheça os projetos selecionados

A parceria entre a empresa Brasil Ambiental e a israelense Pelemix busca uma solução inovadora para ampliar o rendimento das lavouras de cana de açúcar. A proposta busca o desenvolvimento de um novo substrato para aumentar a sobrevivência das mudas da planta.

Ainda na indústria agrária, outra parceria, entre a Energisa do Brasil e a Metrycom Communications de Israel, tem como planos produzir um sensor de rede sem fio de baixo custo, mas capaz de monitorar grandes áreas rurais.

Energisa ainda fechou outra parceria importante no projeto. Junto com a israelense Green Road, a Energisa pretende criar um sistema de gestão de frotas, para melhorar a segurança de motoristas. GreenRoad é líder global em segurança do motorista, gestão de performance de frota e soluções de analytics.

Aumentar a eficiência de utilização de energia térmica também está no projeto da parceria internacional. A responsabilidade deste projeto fica com a brasileira de engenharia, Fortlev em parceria com a BrenMiller Energy, de Israel.

Tanto a EMBRAPII quanto a Autoridade de Inovação de Israel estão revisando atualmente propostas adicionais enviadas até 26 de setembro deste ano.

Fonte: Computerworld