Terminando o ano em alta! Investimentos em empresas israelenses deslancham em 2020

Vivemos um ano atípico, mas ao chegarmos no final de 2020, é um ótimo momento para refletir sobre os acontecimentos dos últimos 12 meses. Apesar do ano ter se iniciado como promessa para muitas empresas ao redor do mundo, os infortúnios eventos relacionados à pandemia da COVID-19 alteraram o curso da história.

Entretanto, os desafios do novo coronavírus não se apresentaram como problema, e sim oportunidade, para a tecnologia israelense, motivo pelo qual startups que oferecem soluções relacionadas à pandemia chegam hoje a quatrocentas. Isso levou Israel a ser um dos poucos países no mundo onde a alocação de recursos cresceu em 2020. De acordo com os dados para dezembro demonstram que investimentos em empresas israelenses subiu 23% desde 2019, chegando a U$9.5 bilhões em capital. Comparado ao resto do mundo, inclusive Estados Unidos e Asia, Israel se destaca como um dos mais bem-sucedidos inovadores em um ano que levou a economia mundial à beira do colapso.

Apesar de grande parte dos investimentos se relacionar com tecnologias para combater a COVID-19, existem outras àreas em que a tecnologia se sobressai, demonstrando a versatilidade da economia de Israel.

A maior série de investimentos deste ano foi à Hippo Insurance Services, que arrecadou U$ 350 milhões de uma subsidiária japonesa da MS&AD Insurance Group Holdings, chamada Mitsui Sumitomo. Hippo, uma Insurtech fundada em 2015 por Assaf Wand e Eyal Navon, permite que clientes economizem até 25% em prémios de seguro e recebam melhor cobertura para objetos domésticos através de informações consolidadas em dados públicos. O investimento permitirá que a empresa inicie operações nos Estados Unidos da América, estando disponível para 95% dos lares norte-americanos durante o próximo ano.

Outra oportunidade de investimento que ocorreu neste ano foi a SentinelOne, que fechou U$ 267 milhões em investimentos para ajudar com demandas de sua tecnologia inovativa que permite a entrega de segurança autônoma para endpoints, data centers e ambientes em nuvem com velocidade e simplicidade. A empresa chegou na indústria da cybersegurança com força, já sendo avaliada em U$1.3 bilhões.

Gongo.io Ltd foi outra empresa israelense que recebeu um aporte substancial de uma joint deal no valor de U$200 milhões, envolvendo a Coatue, Salesforce e Sequoia. O software da empresa usa inteligência artificial (AI) para analisar conversas, permitindo que equipes de venda melhor entendam o que está funcionando ou não em suas ligações. Com alguns de seus clientes sendo importantes empresas como Paypal, Shopify e Slack, a Gong tem sido uma importante participante no mercado de análise de dados, que levou a empresa, fundada em 2015, a ser avaliada em U$2.2 bilhões.

Estes tipos de investimentos durante o ano de 2020 demonstram o potencial para o qual Israel pode se preparar no próximo ano. Na medida que o planeta começa a superar a pandemia e países tentam voltar ao normal, as tendências de investimentos em direção a empresas israelenses certamente se repetirão em 2021.