Ford adquire SAIPS visando a tecnologia de aprendizagem de máquina, direção autônoma e visão computacional

A Ford apresentou algumas das maneiras através das quais pretende oferecer carros autônomos até 2021, e parte do plano envolve aquisições. O CEO Mark Fields revelou em uma conferência de imprensa em Palo Alto no dia de hoje, que a fabricante de automóveis adquiriu a SAIPS, uma empresa israelense com foco em aprendizado de máquina e visão computacional. Ela também estabeleceu uma parceria exclusiva com a Nirenberg Neuroscience, para proporcionar uma “inteligência humana” aos componentes de aprendizado de máquina dos sistemas de veículos autônomos.

A tecnologia da SAIPS compreende algoritmos de processamento de imagens e vídeo, assim como tecnologia de aprendizagem profunda focada no processamento e classificação de sinais de entrada, todos ingredientes chave da combinação especial que compõe a tecnologia veículos autônomos. A experiência dessa empresa deve auxiliar a interpretação on-board dos dados capturados pelos sensores dos carros autônomos da Ford, transformando esses dados em informações úteis ao sistema de direção virtual do carro. As contribuições da SAIPS incluem a detecção de anomalias, rastreamento persistente de objetos detectados pelos sensores, entre outros. Os clientes antigos da companhia incluem a HP e a Trax, mas seu grupo de parceiros não parece contar com muitas aplicações específicas para condução.

A Ford salientou durante o evento de hoje que identificou a SAIPS como um alvo potencial através de uma operação de prospecção de tecnologia iniciada em Israel em 2013, determinando rapidamente que a experiência da empresa com aprendizagem de máquina ajudaria a reforçar seus próprios esforços.

A parceria com a Nirenberg, de forma semelhante, traz a pesquisa aplicada em uma área diferente, para os problemas envolvidos nos carros completamente autônomos. A pesquisa da Dra. Sheila Nirenberg concentra-se em restaurar a visão de pacientes com doença degenerativa da retina, mas a Ford acredita que a tecnologia possa ser usada para ajudar seus pilotos virtuais a melhorar significativamente os seus próprios sistemas de visão, e processar informações de forma semelhante à forma como os motoristas humanos o fazem.

A Ford também destacou seu investimento anteriormente anunciado na Civil Maps para aumentar sua capacidade de mapeamento 3D. Mapas 3D de alta resolução são um ingrediente chave para qualquer esforço desenvolvimento de veículos totalmente autônomos.

Fonte: TC

Share on LinkedInShare on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someoneShare on Google+