Tecnologias israelenses destinadas a brilhar nas Olimpíadas do Rio

Israel fará sua 16a aparição nos Jogos Olímpicos em agosto com sua maior delegação de atletas de todos os tempos. Mas a representação de Israel no Rio de Janeiro vai além das competições esportivas para a arena tecnológica onde startups mostrarão sua perícia em tecnologias de segurança, tecnologia de transmissão de vídeo ao vivo, navegação de transporte público, sistemas AR, tecnologias de satélite e tecnologia para coberturas esportivas. Na matéria abaixo, mostraremos apenas algumas das empresas israelenses que terão suas tecnologias usadas durante as Olimpíadas do Rio.

Tecnologias de segurança

A empresa israelense International Security and Defense Systems (ISDS), BriefCam e o satélite EROS-B provavelmente chamarão o máximo de atenção enquanto assumem a segurança.

A ISDS, que tem fornecido soluções integradas para projetos de segurança complexos desde 1982, é a “Fornecedora Oficial” de soluções de segurança para os Jogos. “É uma honra para a ISDS ser o primeiro grupo israelense a fazer parte da família Olímpica,” Leo Gleser, presidente da ISDS e ex-agente do Mossad, disse ao JTA.

A BriefCam ajudará as autoridades de segurança brasileiras com vigilância nas ruas. A tecnologia de sinopse de vídeo exclusiva da empresa israelense resume 24 horas de gravação em um minuto tornando mais fácil para o pessoal de segurança acompanhar o que realmente está acontecendo entre as centenas de milhares de espectadores das Olimpíadas.

Na preparação para o evento esportivo global de 5 a 21 de agosto, visitantes e atletas que estão indo para as Olimpíadas do Rio foram inundados com avisos sobre pirataria de segurança cibernética, ameaças terroristas, o vírus Zika e crime.

Embora o Ministro da Defesa brasileiro, Raul Jungmann, tenha dito em uma conferência de imprensa internacional em julho que seu país está pronto para fornecer um ambiente seguro conforme exigido pelo Comitê Olímpico Internacional (IOC), após o ataque terrorista em Nice, França, o governo brasileiro anunciou que aumentaria a segurança para as Olimpíadas acima de seus já planejados 85.000 policiais e soldados — o dobro dos Jogos de 2012 em Londres. Ainda em julho, Jungmann anunciou a decisão de seu governo de utilizar o satélite de imagem EROS-B de alta resolução para fortalecer a segurança permitindo inspeções detalhadas do Rio de Janeiro durante os eventos Olímpicos e Paralímpicos em agosto e setembro. “Este é um satélite israelense em uma altitude baixa da órbita terrestre capaz de capturar imagens de alta resolução de até 50 centímetros [cerca de 1½ pés] em uma área de 450 quilômetros [cerca de 280 milhas], possibilitando então a identificação de objetos, pessoas, carros e bens,” Jungmann falou para a mídia local sobre o satélite israelense, detido e operado por ImageSat International localizado em Or Yehuda.

“O Brasil não precisa se preocupar porque estamos em contato com as melhores agências de inteligência do mundo e traremos inovações exclusivas para os Jogos,” ele disse para os repórteres. “Nós teremos uma central de inteligência internacional para hospedar 100 nações e suas próprias centrais de inteligência, o que é inédito.”

Tecnologias para coberturas esportivas e vídeos ao vivo

Outra empresa de tecnologia esportiva israelense estreante nas Olimpíadas é a Motionize. A equipe de remo norte-americana tem utilizado os produtos para rastreamento de esportes da empresa localizada em Tel Aviv para melhorar seu desempenho antes dos jogos do Rio. Fundada em 2011, a Motionize exclusivamente utiliza dois sensores independentes para conceder aos remadores uma visão completa de seus movimentos e feedback instantâneo. “Até o presente momento um treinador podia somente olhar para um lado de cada vez. Ver o que você está fazendo de todos os pontos de vista em tempo real tem realmente ajudado a me aperfeiçoar,” caiaquista da Equipe norte-americana, Maggie Hogan, contou para a Sports Illustrated sobre porque ela utiliza a Motionize para treinar.

As soluções de transmissão de vídeo ao vivo baseada em IP premiadas da empresa israelense LiveU ajudará mais de 80 transmissores internacionais a propagar toda ação ao vivo dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos para suas audiências. A LiveU também prestou esse serviço para a Copa do Mundo FIFA em 2014. A tecnologia premiada da LiveU que possibilita transmissão de vídeo ao vivo de qualquer localidade do mundo será utilizada por mais de 80 transmissores internacionais para propagar toda ação ao vivo das Olimpíadas para suas audiências. “Continuando nosso sucesso dando suporte a grandes eventos esportivos globais, estamos ansiosos para desempenhar um papel central ao trazer ação ao vivo para espectadores do mundo todo,” disse Samuel Wasserman, CEO da LiveU, referindo-se ao sucesso da empresa na Copa do Mundo FIFA de 2014.

LiveU_in_Brazil

Tecnologias de navegação e transporte

As tecnologias de navegação e transporte israelenses também estarão nos Jogos Olímpicos.

Pointer Telocation de Rosh Ha’ayin, um desenvolvedor, fabricante e operador de gerenciamento de recurso móvel, ganhou um contrato com a CET RIO (a Autoridade de Trânsito do Rio de Janeiro) para fornecer serviços de tecnologia e integração durante as Olimpíadas de 2016, gerenciando os veículos e pessoal responsável por controle de trânsito, emergência e contingências.

Moovit, o aplicativo de transporte público israelense, fornecerá informações em tempo real em 35 idiomas sobre as rotas mais rápidas – ônibus, trens, metrô, pré-metrô, balsas e bondinhos – a fim de tornar o trânsito durante as Olimpíadas do Rio de 2016 o mais tranquilo possível. O site de turismo oficial do Rio diz que 50 quilômetros de novas linhas foram mapeados com informações de trânsito para garantir uma viagem eficiente para os 1,5 milhões de usuários locais do Moovit e os 500.000 de visitantes esperados. “O Rio está avançando no uso de tecnologia e a parceria com o Moovit permitirá não somente que as pessoas que comparecem às Olimpíadas, mas a comunidade local como um todo, tenham acesso a um planejador de viagem multimodal com informações em tempo real. Isso fará com que as pessoas planejem trajetos e tenham mais segurança e regularidade ao utilizar um transporte público, o que é uma grande realização para o período dos Jogos e um importante legado para o povo do Rio,” disse o Secretário de Transporte do Rio, Rafael Picciani.

Fonte: Israel21C

Share on LinkedInShare on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someoneShare on Google+