Espectrômetro de $150 para smartphones da Consumer Physics pode medir o número de calorias na sua alimentação

O SCiO  é um dispositivo portátil que se conecta a um smartphone por meio de Bluetooth LE, desenvolvido pela Consumer Physics, startup israelense que tem aporte da Kholsa Ventures. O dispositivo é baseado em espectroscopia de infravermelho próximo, o que significa que ele reflete a luz sobre um objeto e, em seguida, coleta e analisa a luz refletida de volta. O Kickstarter lançou o projeto na terça de manhã, com vários níveis de financiamento: o SCiO totalmente operacional tem preços a partir de US$ 149, mas os apoiadores do Kickstarter que oferecerem US$ 300 receberão dois anos de atualizações de software garantidas.

Enquanto os cientistas e pesquisadores usam espectroscopia de infravermelho próximo regularmente, existem muitos consumidores que gostariam de saber mais sobre a composição química do mundo à sua volta, seja para identificar aquelas pílulas na parte de trás do armário de remédios ou para descobrir se a fruta na feira está madura. A Consumer Physics vai oferecer versões tanto para Android quanto para iPhone, e também espera desenvolver uma plataforma na qual terceiros possam desenvolver seus próprios aplicativos.

Usar o SCiO é simples: aponte a sua luz azul para um objeto que você deseja analisar. Em poucos segundos, o aplicativo de smartphone associado terá a leitura do espectrômetro, enviando-a para os servidores do SCiO, analisando-o em um banco de dados de assinaturas espectrais conhecidas, exibindo as informações de uma maneira fácil de entender. Por sua vez, as leituras fornecidas pelos usuários poderão ajudar a completar o banco de dados de assinatura espectral.

A Consumer Physics desenvolveu três aplicativos diferentes para a identificação de alimentos, medicamentos e plantas. Durante uma breve demonstração, eu vi o módulo retornar o percentual de gordura e o número de calorias por 100 gramas de queijo. O SCiO também foi capaz de identificar vários medicamentos diferentes e distinguir entre um Tylenol comum e um Tylenol PM. Eu não vi o aplicativo para plantas, mas, eventualmente, ele deve ser capaz de medir a hidratação da folha e do solo, além de fornecer uma análise da solução hidropônica.

Apesar de o protótipo do SCiO ser aproximadamente do tamanho de um chaveiro grande, o módulo real é muito menor. É mais próximo do tamanho de um módulo de câmera para smartphones, podendo, um dia, ser incluído em uma grande variedade de dispositivos, incluindo wearables. Os kits de desenvolvimento disponíveis através do Kickstarter por US$ 200 oferecem módulos barebone do SCiO e acompanham desenhos CAD para impressoras 3D.

Apesar de a Consumer Physics, além de desenvolver o hardware, estar também preenchendo os primeiros bancos de dados e aplicativos que funcionam com o SCiO, espera-se que outras empresas desenvolvam seus próprios aplicativos, utilizando o kit de desenvolvimento disponível no Kickstarter. Pessoalmente, eu adoraria ver aplicativos que identificam se uma bebida foi batizada com drogas, por exemplo. No entanto, você pode ter que pagar por isso, especialmente para os casos de uso profissionais específicos. A espectrografia é muitas vezes usada para identificar pedras preciosas e o CEO Dror Oren acrescenta: “Se alguém quiser oferecer um aplicativo para identificação de diamantes que custa US$ 1.000, esse é o tipo de plataforma que queremos construir.”

Outras empresas que trabalham no espectrômetro portátil também têm usado a tecnologia para to monitorar calorias ingeridas e a ingestão nutricional através do suor do usuário.

Os primeiros protótipos do SCiO serão lançados em outubro e o Kickstarter já está ativo.

Fonte: Gigaom