Top 20: Invenções de Alta Tecnologia Originadas por Conflitos (Parte I)

Muitas das invenções de alta tecnologia resultaram da necessidade israelense por inovações na área militar. A dura realidade de Israel, há 66 anos enfrentando conflitos, deu origem a uma extraordinária cultura de pesquisa e desenvolvimento.

Aqui vão 20 exemplos de inovação israelense, originados no setor militar:

1. PillCam:  uma cápsula contendo duas minúsculas câmeras de vídeo que permite a visualização do intestino de pacientes, sem a necessidade de endoscopia e usando uma tecnologia para guiar mísseis miniaturizada. A PillCam foi criada pela Given Imaging, de Gabi Iddan, um engenheiro treinado pela IDF.

2. Bandagem de Emergência (também conhecida  como Bandagem Israelense): Criado pelo ex-médico de combate Bernard Bar-Natan, é considerada um item essencial em kits de primeiros socorros em todo o mundo. Sua inovação é a inclusão de um grampo de pressão para estancar o sangramento.

3. Flash drive USB: Dov Moran, o lendário empreendedor que criou o DiskOnKey, o DiskOnChip e outros dispositivos, adquiriu grande parte do seu conhecimento na marinha israelense, como diretor do departamento de microprocessadores. Sua empresa, a M-Systems Flash Disk Pioneers foi adquirida pela SanDisk em 2006 por U$1,6 bilhão.


4. 
Plataforma para Ensaios Cirúrgicos Selman (Selman Surgical Rehearsal Platform)Os oficiais aposentados da Força Aérea de Israel, Moty Avisar e Alon Geri, usaram sua experiência com simuladores de voo para criar um simulador de neurocirurgias revolucionário, que permite o ensaio de procedimentos microcirúrgicos complicados. O sistema gera imagens 3D a partir de exames do paciente, e permite uma previsão da interação dos instrumentos cirúrgicos e a respostas das estruturas cerebrais.

 5. Visual-ICE: O Visual-ICE e outros produtos da Galil Medical constituem um sistema fácil de usar e minimamente invasivo, para destruir com precisão, tumores sólidos dos rins, pulmões, ossos, fígado e próstata.

6. Solo Insulin Delivery System: Medingo, a empresa que desenvolveu esta micro-bomba de insulina em miniatura de última geração, controlada remotamente, para pessoas com diabetes, foi adquirida pela Roche por U$200 milhões em 2010. A Medingo se baseou em várias tecnologias sofisticadas originadas de aplicações militares para criar a Solo.

7. Cateterismo cardíaco: Um mecanismo de rastreamento com visão computadorizada, desenvolvido por pilotos da força aérea em Elbit, deu origem à tecnologia miniaturizada de mapeamento e navegação cardíaca 3D, embutida nos cateteres revolucionários produzidos pela Biosense Webster, uma empresa israelense que foi adquirida pela Johnson & Johnson por U$500 milhões.


8. Check Point Software Technologies: 
A Check Point, que lançou o revolucionário software Firewall-1, é a líder do crescente setor de cybersegurança israelense, que é baseado em tecnologias desenvolvidas para defesa nacional. Os co-fundadores, Gil Shwed e Shlomo Kramer, eram membros Unidade 8200 do Corpo de Inteligência das IDF (IDF’s Intelligence Corps Unit 8200); o terceiro co-fundador Marius Nacht serviu em Talpiot, um programa de treinamento de elite em física e matemática, para fomento de talentos em P&D.

9. Visão Atravessa-Paredes (Through-Wall Vision): Os sistemas Xaver da Camero tornam possível o impossível: enxergar através de paredes. São baseados em radar, usam algorítimos de reconstrução de imagens 3D, técnicas de processamento de sinais patenteadas, e um sensor proprietário único, para gerar imagens 3D de objetos escondidos atrás de cimento, gesso, tijolos, concreto ou madeira. A linha de produtos inclui desde câmeras de segurança, até um dispositivo portátil para profissionais de busca e salvamento.

10. Impressão digital: Toda a indústria de impressão digital de grande formato – são possíveis apenas por uma tecnologia de mapeamento, desenvolvida por militares israelenses, para mísseis de cruzeiro. A criadora da tecnologia, Scitex Vision, se especializou em produzir equipamentos para impressão de grande formato, em papel e outros materiais. A Scitex foi vendida para a Hewlett Packard por U$230 milhões em 2005.

Fonte: Israel21c