A tecnologia sustentável de Israel está impulsionando a inovação limpa

Estudo após estudo, a Start-Up Nation está entre os países mais inovadores do mundo. Israel também é de longe o país mais engenhoso quando se trata de gerenciamento de águas residuais, reciclando 87% de suas águas residuais – superando em muito o segundo lugar na Espanha, que recicla 20%.

À primeira vista, esses dois fatos podem parecer não relacionados – mas em Israel, inovação e capacidades locais sempre andaram de mãos dadas. E não há estudo de caso melhor do que o vibrante setor
de tecnologias sustentáveis do país.

O mais recente Índice Global de Inovação em Tecnologia Limpa coloca Israel em sexto lugar no mundo, atestando o alcance e o impacto das soluções revolucionárias do país em áreas como agricultura, mitigação de mudanças climáticas, energia e muito mais. Com mais de 600 empresas no setor de tecnologia limpa, Israel está bem posicionado para a liderança contínua no esforço global de aproveitar a engenhosidade e a inovação para um futuro mais sustentável.

Veja algumas empresas que tornam isso possível:

  •  A Plataforma de Síntese de DNA da Twist Bioscience é baseada em silício, oferecendo um método para sintetizar DNA que é muito mais eficiente e escalável do que o método tradicional de placas plásticas. A plataforma possibilita a produção de produtos
    químicos sustentáveis e de baixo custo que não são derivados do petróleo, além
    de permitir uma produção agrícola mais inteligente, desenvolvimento de
    medicamentos personalizados, produção farmacêutica e muito mais.
    Sediada em São Francisco, a Twist Bioscience adquiriu a Genome Complier Corporation, com sede em Israel, em 2016, aproveitando as proezas mundialmente renomadas em pesquisa e desenvolvimento do país. O Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Israel da
    empresa está localizado em Tel Aviv.
  • A Criaterra Earth Technologies constrói materiais de construção ecológicos usando materiais 100% naturais e recicláveis. Comparado à cerâmica, os materiais da empresa consomem 90% menos energia, enquanto os produtos da Criaterra emitem 92% menos gases de efeito estufa que o cimento.
  • As soluções de machine learning e IA da Grid4C analisam dados gerados em milhões de medidores inteligentes, além de dados de clientes e meteorológicos para prever o comportamento de cada medidor e otimizar a operação de redes descentralizadas – ajudando empresas e consumidores individuais a gerenciar com mais eficiência seu suprimento de eletricidade, economizando preciosos dinheiro. Os clientes incluem Engie, China Light and Power, Exelon e muitos mais.

Embora essas e outras empresas tenham ajudado a colocar o setor de tecnologias sustentáveis de Israel no mapa, o ecossistema local não descansa sobre os louros. Por meio de financiamento privado e iniciativas públicas, Israel demonstrou um forte compromisso com o crescimento do setor e a expansão de sua presença global.

Um participante importante nesse esforço é a Israel Cleantech Ventures, uma empresa de capital de risco lançada em 2006. O ICV gerencia mais de US $ 200 milhões em três fundos, com mais de 25 investimentos concluídos. Em 2018, o Fundo Europeu de Investimento anunciou um investimento de US$20 milhões em um fundo estabelecido pelo ICV focado em apoiar tecnologias que aumentam a eficiência de recursos e possibilitam a inovação industrial.

Enquanto isso, a Autoridade de Inovação de Israel, o Ministério da Proteção Ambiental e o Ministério da Economia e Indústria uniram forças para lançar um novo laboratório de inovação tecnológica sustentável de 14 milhões de Shekels para acelerar startups promissoras no espaço.

Das mudanças climáticas à gestão de recursos e à produção de alimentos, o conjunto de desafios relacionados à sustentabilidade que o mundo enfrenta é formidável – mas a alta tecnologia israelense está respondenso a altura.

Para conhecer mais sobre as oportunidades de negócio e tecnologias em Cleantech, fale com [email protected]