Conheça o Genie: Aparelho elétrico que prepara alimentos saudáveis em cápsulas

Já ficou com fome no trabalho e quis que houvesse uma solução que não fosse ir a um restaurante ou pedir uma pizza? Foi exatamente isso que aconteceu com Doron Marco e sua equipe na White Innovation, uma empresa israelense com sede em Rishpon, fundada quatro anos atrás para “desenvolver ideias” para fabricantes. (O nome “White” – “branco” – é uma metáfora para aquilo que é criado quando todas as cores no espectro de luz são combinadas.)

“Pensamos em um problema no mercado e encontramos uma solução”, diz Marco à ISRAEL21c. “E, então, buscamos o parceiro certo com quem compartilhar isso e desenvolvemos um plano para criar um produto”.

Portanto, ao invés de simplesmente se lamentar sobre o armário vazio em seu escritório à noite, a equipe de oito pessoas de Marco começou uma sessão de brainstorming, como sempre fazem. Desta vez, no entanto, ao invés de tentar chegar a uma solução tecnológica para a empresa de outra pessoa, eles se concentraram na sua própria.

“Pensamos que seria ótimo ter alguma engenhoca para fazer refeições se materializarem sem nenhum barulho ou bagunça”, relata Marco. “Como em Star Trek.”

Foi esta fantasia futurista que levou ao nascimento do Genie, um dispositivo elétrico que prepara alimentos em compartimentos – ou cápsulas – semelhantes àquelas que contêm café para máquinas de espresso.

O limite extremo

Soa um pouco inatingível, talvez. No entanto, de acordo com Marco, um empreendedor “autodidata” contumaz, casado e pai de três crianças (cuja carreira original como dançarino de balé foi encurtada devido a uma lesão sofrida durante o seu serviço militar – mas não resultante dele – no departamento de desenvolvimento da Força Aérea de Israel): “Todas as nossas ideias começam com algo que parece impossível, que está no limite extremo da tecnologia existente”.

A parte complicada, explica o cofundador e CEO Ayelet Carasso, “foi ter certeza de que o conteúdo da cápsula tivesse uma longa vida útil, mas sem conservantes. Queríamos criar refeições e lanches saudáveis, não lixo processado”.

Os ingredientes nas cápsulas (incluindo frutas e vegetais) são liofilizados, para terem uma vida útil de um ou dois anos, com compartimentos separados para produtos secos e líquidos. O usuário acrescenta líquido externamente ao Genie, da mesma forma que se adiciona água a uma cafeteira. Ao pressionar um botão, tudo é misturado e preparado pela máquina na temperatura adequada. O Genie, as cápsulas e o método são todos patenteados.

Com a ajuda de chefs, provadores e nutricionistas. Marco e Carasso criaram uma variedade de cápsulas de alimentos para levar em conta diferentes paladares e problemas de saúde.

Há pratos salgados e doces; menus de café da manhã, almoço e jantar (mais recentemente, cuscuz com legumes frescos foi adicionado ao menu); alimentos voltados para atletas e/ou pessoas cuidando o seu peso; e há refeições sem glúten e sem leite, assim como aquelas concebidas para quem sofre de alergias e diabéticos.

Praticidade em uma cápsula

Inicialmente, o Genie – que já foi vendido aos milhares para lojas e cafeterias em Israel e no exterior – terá seu foco nas empresas. Sua próxima fase será voltada aos clientes individuais para uso doméstico.

E, embora o preço da máquina esteja atualmente na “faixa dos milhares de shekels”, de acordo com Marco, o custo das cápsulas será menor do que uma refeição ou lanche comparável em uma cafeteria.

Com o lançamento previsto para meados de janeiro, Marco diz que o Genie está “muito próximo da produção em série”, com vendas até o momento na Europa, Grécia e, em breve, nos Estados Unidos. E isso está sendo realizado sem capital externo.

“As startups israelenses frequentemente se vangloriam dos milhões que receberam de investidores, ao invés de quanto elas ganharam por conta própria”, diz.

Marco também não está interessado em saídas.

“Temos orgulho de sermos israelenses”, conclui. “E pretendemos continuar no nosso país e crescer”.

Fonte: Israel 21c