Empresas israelenses apresentam suas tecnologias de saneamento na Sanepar

Seis empresas israelenses apresentaram suas tecnologias e inovações em saneamento na última quinta-feira dia 09 na Companhia de Saneamento do Paraná – Sanepar.

Empregados da Sanepar localizados em outras cidades puderam assistir às apresentações nas salas de videoconferência de Apucarana, Cascavel, Campo Mourão, Cornélio Procópio, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Guarapuava, Londrina, Maringá, Matinhos, Paranavaí, Pato Branco, Ponta Grossa, Santo Antonio da Platina, Telêmaco Borba, União da Vitória e Umuarama. Fisicamente haviam mais de 170 funcionários da companhia.

160609-do-gpdo-empresas-israelenses-2-Large-300x200Representantes das empresas israelenses Arad, Atlantium, Bermad, Curapipe, RWL e Takadu, falaram sobre gerenciamento, captação, transporte, tratamento e segurança da água, entre outros temas.

O Cônsul Econômico de Israel em São Paulo, Boaz Albaranes, e o presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche, acompanharam o encontro técnico Israel-Sanepar. Eles falaram da importância dessa troca de experiência e de uma possível parceria. “A Sanepar tem interesse em conhecer as tecnologias israelenses e também gostaria de aprimorar os contatos com Israel, num intercâmbio de pesquisas que seja interessante para ambos”, disse Chaowiche.

Ele lembrou do recente acordo assinado pela Sanepar com o governo alemão, sobre biogás, e do Prêmio Valor Econômico, que considerou a Sanepar a melhor empresa de saneamento do Brasil.

Boaz Albaranes destacou a importância do planejamento a longo prazo executado por Israel para atender às demandas internas de água e reforçou a intenção de contribuir com as tecnologias em saneamento, muitas delas já pesquisadas em seu país. “Somos do tamanho de Sergipe, com cerca de 8,5 milhões de habitantes, um PIB de 291,5 bilhões de dólares, mas não temos riquezas de recursos naturais. Israel é um país jovem, com 68 anos apenas, e suas riquezas são a cultura e o DNA empreendedor. Para se ter uma ideia, somos o país que mais investe em pesquisa e desenvolvimento e temos mil novas startups surgindo a cada ano”, ressaltou. Boaz disse que “se há água 24 horas por dia nas torneiras de Israel, isso se deve ao trabalho de planejamento e gestão adotado pelo país há muito tempo”.

160609-do-gpdo-empresas-israelenses-1-Large-300x200Em março de 2015, Boaz esteve em Curitiba e foi recebido pelo diretor de Investimentos da Sanepar, João Martinho Cleto Reis Junior. Na época, o cônsul contou das atividades de dessalinização, gestão e redução de perdas de água. Para Martinho, essa busca constante por inovação também faz parte do dia a dia da Sanepar. “Nossa busca por tecnologias que atendam as demandas da população do Paraná é constante.

Queremos ter uma Sanepar cada vez melhor, atendendo os paranaenses com qualidade, quantidade e a um preço justo”, disse.

Para texto completo, clique aqui.