Sucesso Absoluto na 20ª Agritech Israel 2018 – Participação expressiva do Brasil

Israel é em grande parte uma nação desértica – na verdade, o deserto do Negev sozinho cobre 60% do país. Apesar disto, ou melhor, exatamente por este motivo, foi forçado a se tornar uma potência tecnológica agrícola: por pura necessidade. De métodos avançados de irrigação a biotecnologia, maquinário agrícola e robótica, Israel é um centro de inovação em agronegócio – e dezenas de milhares de visitantes desfrutaram de um vislumbre em primeira mão de alguns dos desenvolvimentos mais recentes e inovadores durante a feira e conferência Agritech 2018, que aconteceu em Israel há poucos dias.

Com o tema “Agricultura em regiões áridas e semi-áridas”, o evento deste ano ofereceu uma visão global dos desafios e soluções enfrentados por pesquisadores, líderes empresariais, ambientalistas, agricultores e tecnólogos – reunidos para discutir o papel da tecnologia agrícola na abordagem desafios como mudanças climáticas, eventos climáticos extremos, deficiência de água, segurança alimentar e desertificação.

Com a população mundial projetada para atingir quase 10 bilhões de habitantes em 2050, a urgência dessas questões é inconfundível. Israel é um exemplo de como os inovadores podem aproveitar a tecnologia para lidar com grandes problemas e alimentar as populações em crescimento. O empreendedorismo israelense, o raciocínio inovador e as abordagens multidisciplinares geraram uma ampla gama de soluções, como tecnologias agrícolas inteligentes baseadas em análise, proteção de culturas ambientalmente amigáveis, métodos de irrigação supereficientes e crescimento de plantas melhorado pela biotecnologia.

Há mais de 400 startups israelenses focadas somente no segmento agro. Em 2017, US$ 185 milhões foram investidos nessas startups.  Números significativos se pensarmos nas proporções de Israel:  sua extensão territorial total não chega ao tamanho do menor Estado brasileiro, e sua população é abaixo dos 9 milhões de habitantes.

Por parte do Brasil, tivemos mais de 07 delegações, com mais de 100 participantes no total, incluindo órgãos governamentais de Estados brasileiros como Maranhão e Goiás, e municipais como Petrolina, Rio Verde, Jataí e Goiânia, além de entidades como EMBRAPII – Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial , ASBRAER – Associação Brasileira das Entidades Estaduais de Assistência Técnica e Extensão Rural, Gyntec – Instituto de Inovação Parque Tecnológico, grandes produtores rurais, e conglomerados privados como RaizenGrupo Positivo.

Os participantes do Brasil tiveram a oportunidade de visitar a Feira Agritech e conversar de perto com as empresas israelenses, além de participarem de outros eventos paralelos e realizarem visitas técnicas com agendas customizadas que foram montadas e coordenadas pelo escritório de SP do Israel Trade & Investment Brasil.

A Agritech não apenas facilitou as oportunidades de networking e discussões aprofundadas sobre soluções em agrotecnologia, abrindo caminho para parcerias futuras, mas também direcionou para os participantes o potencial inspirador da inovação contínua no campo. Certamente uma experiência enriquecedora a quem lá esteve.

Interessados em conhecer soluções israelenses em agrotecnologia, entre em contato: [email protected] (11) 3095-3111