Start-Up Israelense cria soluções baseadas em inteligência artificial para detecção de pragas em plantações agrícolas

A Saillog, start up israelense baseada em Tel Aviv, fundada em 2017, com foco no segmento de agrotecnologia, desenvolveu soluções inovadoras para detecção de pragas e doenças em produções agrícolas variadas, com foco em contenção e gerenciamento.

Esta notícia foi retirada e adaptada do site No Camels

Imagem: Saillog/Cortesia

Cada vez mais soluções que antes pareciam fazer parte de um cenário muito distante do campo, como IOT, tecnologias móveis, inteligência artificial, parece que vieram para ficar de vez também na agricultura, fazendo toda a diferença.

A questão de detecção de pragas e doenças em produções agrícolas é um tema estratégico aos produtores, pois prejudicam economicamente os agricultores e podem até ter conseqüências de longo alcance, com os patógenos permanecendo viáveis no solo por vários anos.

A empresa lançou um aplicativo gratuito de smartphone, o Agrio, utilizando algoritmos de inteligência artificial (AI) e de visão computacional para identificar doenças e deficiências de plantas. O Agrio permite que os usuários tirem fotos de culturas suspeitas de serem afetadas, carreguem-nas na plataforma e, em instantes, recebam um diagnóstico e recomendações sobre como proceder.

Segundo Nessi Benishti, fundador e CEO da Saillog, os algoritmos foram treinados e testados por agrônomos em todo o mundo, incluindo Israel, Índia e EUA. A propósito, Nessi vem do segmento de equipamentos médicos, e trouxe muito das tecnologias inovadoras de lá para a Saillog.