Rega inteligente que deixa as plantas decidirem quanto “beber”

Dispositivo sem fio CommonSensor funciona com o sistema de irrigação automática para regar vegetais apenas quando estão “com sede”.

O país das startups não é exclusivamente um fenômeno da cultura jovem.

Considere o agricultor Moshe Tzori, 79 anos, fundador da CommonSensor, uma empresa de sensores de irrigação com sede em Lachish. Nascido em 1935, Tzori estudou agricultura como os sionistas pioneiros antes dele. Familiarizado com tecnologia de nuvem e capacidades sem fio, Tzori usou sua experiência prática para criar uma tecnologia que percebe a “sede” de todos os tipos de árvores frutíferas e vegetais cultivados por um agricultor.

Seu dispositivo sem fio pode ser implantado em várias partes do pomar para determinar quando as árvores precisam de rega. Os dispositivos funcionam em coordenação com o sistema de irrigação automática para que as plantas essencialmente escolham quando “beber” água. Ele explica que existe dano tanto na rega excessiva quanto na rega insuficiente. Os agricultores geralmente se baseiam no palpite para manter o equilíbrio adequado.

O CommonSensor permite que os agricultores usem menos água ao mesmo tempo em que ampliam a região de plantio. O segredo é fazer mais com menos, especialmente em áreas afetadas pela seca, como a Califórnia.

O dispositivo também oferece ao produtor gráficos úteis e resultados para revelar condições como estresse da planta, disse Tzori.

O equipamento CommonSensor registra a quantidade de água existente no solo, em vez de medir a pressão ou umidade. De acordo com Tzori, esse parâmetro básico pode ser esmiuçado de forma a se entender muitas coisas sobre o comportamento da planta. O equipamento patenteado pode funcionar até em telhados verdes urbanos.

Leia a reportagem completa em Israel21C

Feira mostra inovações em abril

Israel promove em abril, em Tel Aviv, a 19ª Agritech, feira in­ternacional de tecnologia agrícola, que vai reunir 196 empre­sas locais e 57 estrangeiras. São esperados mais de 35 mil visitantes nos três dias de feira, que este ano vai ter como des­taque os novos sistemas e es­tratégias de pós-colheita, ar­mazenamento, processamento e segurança dos alimentos.

O país hoje produz e expor­ta uma ampla gama de siste­mas e acessórios para agri­cultores de várias partes do mundo, como pulverizadores, miniaspersores, válvulas auto­máticas, filmes plásticos para estufas, sistemas computado­rizados para produção de leite, máquinas e equipamentos pa­ra colheita, além de defensivos e fertilizantes.

AGRITECH 2015 – De 28 a 30 de abril, em Tel Aviv. Informa­ções em São Paulo pelo tel. (11) 3095-3111 e email [email protected] e no Rio de Janeiro pelo tel. (21) 3259-9148 e email [email protected]