Ministro da Agricultura do Brasil recomenda tecnologia israelense de irrigação para governo de Cabo Verde

Solução de irrigação por gotejamento foi sugerida por Maggi ao colega cabo-verdiano Gilberto Silva para compensar escassez de água.

Durante audiência nesta quarta-feira (22) em seu gabinete em Brasília, Maggi ouviu do colega que 99,7% das atividades agrícolas em Cabo Verde são familiares e que, por causa do baixo índice pluviométrico na região, a reserva hídrica subterrânea baixou a quase dois quintos. Diante das dificuldades criadas pela seca no arquipélago, Maggi sugeriu, ao colega cabo-verdiano o uso de kits de irrigação por gotejamento de tecnologia israelense. O Mapa tem distribuído esses kits a pequenos agricultores com resultados eficientes. “Com pouco uso de água, a produção tem aumentando muito nas propriedades que utilizam a tecnologia”, observou o ministro.

A resposta positiva desse tipo de irrigação, de acordo com Blairo Maggi foi determinante para a sua decisão de ampliar o programa no próximo ano, destinando mais recursos do orçamento para compra, distribuição e treinamento dos pequenos agricultores para uso dos kits.

Fundada em 1965 no Kibbutz Hatzerim, em Israel, a Netafim foi pioneira na irrigação por gotejamento e tornou-se o principal fornecedor mundial de soluções de irrigação inteligente. As soluções da Netafim estão ajudando milhões de agricultores a aumentar significativamente seus rendimentos ao mesmo tempo em que economizam água e outros insumos agrícolas.

Este artigo foi retirado e adaptado de Ministério da Agricultura do Brasil.


Deseja conhecer esta e outras tecnologias inovadoras do setor? Participe da Agritech, feira internacional de tecnologia agrícola que acontece de 8 a 10 de maio em Tel Aviv. Para mais informações, entre em contato:

[email protected]

(11) 3095-3111

Share on LinkedInShare on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someoneShare on Google+