Mais de 60 prefeitos participam de reunião da AGM

Dentro de sua política de aproximar os Entes federados na solução de problemas comuns, aprimorando o relacionamento entre todas as partes, a Associação Goiana de Municípios (AGM) promoveu na manhã dessa quinta feira (6), no auditório Costa Lima da Assembleia Legislativa, uma reunião que contou com as participações de mais de sessenta prefeitos, além de vereadores e outras lideranças municipais. No início da solenidade, através de proposta da AGM, foi feito um minuto de silêncio em homenagem póstuma pelas mortes do prefeito de Matrichã, Daniel Antonio de Souza , e da primeira dama Elizeth Bruno de Barros, ocorridas essa semana.

Logo na abertura o presidente da AGM, Cleudes Baré Bernardes, destacou o trabalho que vem sendo feito pela entidade em defesa dos interesses dos municípios. Fez uma avaliação da Mobilização Permanente promovida essa semana em Brasília e pediu maior participação dos prefeitos goianos nos movimentos de reivindicação. “Temos que mostrar nossa insatisfação e nossa força. Já não há mais condições de se praticar a política de enxugamento das administrações. Os prefeitos já não têm mais o que enxugar, a não ser as lágrimas”, salientou.

Três assuntos foram colocados em pauta. O primeiro deles trata da atuação no estado da CONAB – Companhia Nacional de Abastecimento –  que contou com a participação de sua representante Dra Hosana Gomides da Silva Gouveia. Ela falou sobre os principais objetivos da companhia sendo que um deles é o apoio e o fomento da agricultura familiar. Destacou que os municípios e os prefeitos são muito importantes para a expansão da agricultura familiar, ao mesmo tempo em que pediu o máximo de empenho possível nesse sentido. Citou como exemplo de iniciativa bem sucedida, um projeto executado em Minaçu, Norte do Estado, na produção de alimentos e que serve de modelo. Também informou que o Governo Federal disponibiliza hoje mais de 9 mil, 785 toneladas de feijão para doações aos municípios.

Outro tema discutido, colocado como prioritário pelos prefeitos, é a utilização das máquinas fornecidas aos municípios pelo Governo Federal através do PAC – Programa de Aceleração do Crescimento. Em Goiás 226 municípios foram beneficiados e cada um deles recebeu uma frota composta por um caminhão caçamba, uma retroescavadeira e um moto niveladora. De acordo com o convênio assinado, essas máquinas só podem ser utilizadas na zona rural na abertura e conservação de estradas vicinais. Os prefeitos querem ampliar essa autorização para uso também na zona urbana. Lucimar Carnizella, coordenador do PACII Mais Alimentos reafirmou que a prioridade no uso dessas máquinas é a zona rural. Entretanto podem ser utilizadas em outras ações consideradas emergenciais. Mas nesse caso deve haver uma comunicação antecipada ao Governo Federal para evitar problemas futuros, como denúncias por mal uso de equipamentos públicos.

Busca de experiências

Também participou da reunião o Cônsul de Israel no Brasil para Assuntos Econômicos, Daniel Kolbar, que falou sobre “A inovação israelense e tecnologias de água”. O país possui hoje uma das tecnologias mais avançadas do mundo nesse setor e promoverá nesse segundo semestre um evento mundial. É uma Feira Mundial sobre a Água, que contará com as participações de representantes de todo o país. O cônsul informou que seu país, através de empresas, tem muito a oferecer aos municípios goianos.

O presidente da AGM, Cleudes Baré, afirmou que a entidade está organizando a visita de um grupo de prefeitos a Israel ainda esse ano e que também estuda uma outra visita a Portugal.

Fonte: Assessoria de Comunicação da AGM

Lembramos que haverá um pavilhão israelense na ANUGA, maior feira de alimentos e bebidas do mundo, que ocorrerá em Colônia, na Alemanha, entre os dias 10 e 14 de outubro de 2015.

Para mais informações e agendamentos:

Tamires Poleti – (21) 3253-6895 | [email protected]

Share on LinkedInShare on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someoneShare on Google+