Empresas Israelenses de Agrotecnologia visitam o Brasil em agosto

A Missão Econômica de Israel em São Paulo está organizando a visita ao Brasil de 4 empresas israelenses com tecnologias no setor de agricultura.

O setor de agricultura em Israel é bastante desenvolvido, e está na vanguarda de inovações tecnológicas e soluções inteligentes.

A experiência agrícola do país, unida ao avanço tecnológico também presente em Israel deu origem a soluções de ponta em agrotecnologia, que vem sendo exportadas para vários países e tem atraído a atenção de muitos investidores.

Na certeza de que tais soluções podem perfeitamente ser aproveitadas com sucesso também no Brasil, a Missão Econômica de Israel em São Paulo, em parceria com o Instituto de Exportação e Cooperação Internacional de Israel, trazem ao Brasil 4 empresas para poderem apresentar suas soluções e tecnologias agrícolas, para produtores rurais, entidades de classe, parceiros comerciais, dentre outros.

As empresas são:

ESHET EILON – desenvolve equipamentos completos e customizados para separação, classificação, triagem, enceramento e embalagem de frutas e vegetais frescos. Os equipamentos da Eshet Eilon são adequados para frutas cítricas, frutas com caroçp, abacates, mangas, melões, abacaxis, tâmaras, alhos, pimentões, pepinos, cenouras, batatas, tomates, etc. Já exporta para mais de 30 países.

EVOFUEL – especializada em melhorar a economia e a escalabilidade da produção agrícola, por meio de uma combinação de i) genética de sementes avançada; ii) adaptação do produto à agricultura moderna e de grande escala; e iii) adaptação do produto às necessidades do mercado e da cadeia de valor. Foco principal é transformar a semente de mamona em um produto moderno, econômico e escalável, aproveitando as regiões de rápido desenvolvimento no Brasil. A mamona tem um potencial altamente interessante como matéria-prima de biodiesel, devido ao seu alto conteúdo de óleo e à sua capacidade de se desenvolver com pouca chuva. Sobretudo, o óleo de mamona tem mercado e demanda em várias indústrias – biopolímeros, lubrificantes, tintas, cosméticos etc. (a produção mundial é de aproximadamente 700.000 toneladas), e o preço é um dos mais altos entre os óleos vegetais.  A Evofuel planeja lançar suas primeiras variedades no Brasil em 2016. O produto de mamona da Evofuel, de nova geração, busca se ajustar a um modelo de rotação sustentável com a soja no Brasil, possibilitando a produção em grande escala nas terras agrícolas existentes. Esse modelo representa um potencial de mais de 5 milhões de hectares apenas no Brasil.

SCANTASK – desenvolveu a tecnologia AgriTask, uma plataforma de monitoramento de risco agronômico útil a  produtores privados, associações de produtores e autoridades ao redor do mundo.  AgriTask é um sistema simples de ser implementado e usado. Ele permite que produtores, agrônomos e agentes do agronegócio interceptem riscos e danos à produção, ainda nos estágios iniciais do cultivo e trate-os de maneira adequada. Usuários da tecnologia  AgriTask em diversos lugares do mundo, têm reportado melhoras significativas na prevenção de danos aos cultivos e têm obtido reduções expressivas no uso de defensivos agrícolas. O sistema está baseado em uma plataforma web e um aplicativo para celulares que não necessitam de nenhum investimento em hardware ou conhecimentos especializados.  Para os trabalhadores de campo, AgriTask é intuitivo e de uso trivial. O aplicativo pode trabalhar em áreas que não tem nenhum serviço de cobertura celular, sendo automaticamente sincronizado quando detecta uma área com conectividade à internet.

TARANIS – desenvolve aplicativo baseado em web, que permite acesso a dados meteorológicos e de outras naturezas, fornecendo a produtores conhecimentos práticos necessários para tomar decisões mais precisas – tudo a partir de um único painel integrado. Com isto produtores economizam dinheiro diminuindo o desperdício no controle de pragas e minimizando os danos à lavoura. Noventa por cento de todas as perdas da lavoura são causadas pelo clima. Essa variável aparentemente imprevisível é um desafio para os grandes produtores. Como saber quando irrigar, pulverizar ou fertilizar a terra? Como prevenir epidemias de insetos e doenças? O sistema da Taranis permite a resposta a estas questões, resultando em maior eficiência e resultado.

As empresas israelenses citadas vão visitar várias cidades brasileiras na semana de 24 de agosto.  Interessados podem contatar Marcelo Zalcman ([email protected]) ou Ana Paula Molino ([email protected])