Empresa israelense de drone faz acordo com brasileira para ajudar agricultura no Brasil

O drone UAV BirdEye 650D da Israel Aerospace vai monitorar cultivos como soja e cana-de-açúcar, bem como silvicultura comercial.

A Israel Aerospace Industries Ltd. (IAI) assinou um acordo com a empresa brasileira Santos Lab sobre o uso de drones (UAVs) e análises avançadas para aplicações agrícolas de precisão em larga escala. A IAI disse que este é o primeiro acordo deste tipo que assinou.

A Santos Lab operará o UAV BirdEye 650D, incluindo seu amplo imager hiperespectral de cobertura, um desenvolvimento exclusivo da IAI para o mercado de agricultura de precisão. A IAI fornecerá os sistemas UAV e analisará os dados coletados. O UAV será usado para gerar relatórios sobre essas áreas agrícolas de grande escala, de acordo com uma ampla gama de parâmetros.

A IAI disse que o acordo geraria centenas de milhões de dólares na próxima década.

O UAV Bird Eye 650D realizará missões agrícolas cobrindo grandes áreas utilizando missões de linha de visão visual (BVLOS), tarefas típicas incluem o monitoramento de várias culturas, como soja e cana-de-açúcar, bem como silvicultura comercial. Os relatórios incluirão uma análise precisa das culturas e condições do solo. Os dados estarão disponíveis para os clientes por meio de uma solução de nuvem dedicada, incluindo análises de alta precisão que não seriam possíveis sem a tecnologia hiperespectral, que permite identificar as condições das colheitas em altas altitudes com alta resolução e precisão. O serviço deverá entrar em operação no final de 2019.

Texto adaptado de GLOBES. Para ler a versão completa, clique aqui.