Apresentando o jardim inteligente

Em um dia frio e chuvoso do último inverno, o engenheiro eletrônico Odi Dahan ouviu, de repente, seus aspersores do jardim se ligarem, exatamente no horário programado. No ano 2013, ele pensou, certamente devia haver um app para controlar um sistema de irrigação e parar de gastar água sem a necessidade de sair de casa no meio de uma tempestade. Mas sua busca no Google não deu resultado algum. Dahan se concentrou naquela noite e começou a trabalhar num app que se tornou o GreenIQ.

Este web app da Internet das Coisas (IoT), que roda no navegador de qualquer dispositivo com internet – smartphones/tablets iPhone, iPad, Android, PCou Mac – utiliza algoritmos proprietários para ajustar a irrigação de acordo com o tempo no momento e a previsão meteorológica. Em abril passado, o GreenIQ ganhou o primeiro lugar na noite de apresentações de startups da StarTAU.

“Quando começamos a desenvolver o produto, ouvi dizer que as pessoas odiavam configurar seus controladores de irrigação, por isso não o faziam”, contou Dahan à ISRAEL21c. “O resultado é que o aparelho acaba funcionando o tempo todo, todos os dias, independente do tempo, e gasta muita água”.

O app também pode ajustar a iluminação externa com base no nascer e no pôr do sol, e até a quantidade de fertilizante necessária a qualquer momento. Uma versão mais avançada será lançada dentro de alguns meses com recursos adicionais.

“Nossa visão é revolucionar o jardim, deixando-o mais inteligente, mais eficiente e mais ecológico e fazer nossos clientes economizar dinheiro”, diz.

As atuais capacidades do GreenIQ incluem programas separados para controlar a irrigação e iluminar até seis zonas diferentes de jardins domésticos maiores. No futuro, ele poderia ser disponibilizado a municípios para jardins públicos em um modelo software como serviço (SaaS – Software as a Service), e Dahan acredita que também poderia ser adaptado a eletrodomésticos, como aquecedores de água, geladeiras, máquinas de lavar roupa e ar-condicionado para economizar água e energia.

Fundada em maio de 2013, a empresa de quatro pessoas inicialmente arrecadou 450.000 dólares de investidores privados e da Entree Capital. Uma segunda rodada de financiamento está em andamento.

Leia a notícia completa em Israel 21c.