Agritech 2015: Inovações da agrotecnologia

Agritech 2015 tem como destaques os sistemas e estratégias de pós-colheita, armazenamento e processamento de alimentos.

Greenhouse_Israel_IMG_3136-1

Conjunto de estufas no deserto de Neguev, região sul de Israel

Pioneiro no desenvolvimen­to de técnicas de fertirri­gação e de reciclagem de água, Israel promove, em abril, em Tel Aviv, a 19ª Agritech, feira internacional de tecnologia agrí­cola, que vai reunir 196 empresas locais e 57 estrangeiras.

São esperados mais de 35 mil visitantes nos três dias de feira, que este ano vai ter como desta­ques os novos sistemas e as es­tratégias de pós-colheita, arma­zenamento, processamento e se­gurança dos alimentos. Boa parte das empresas de agrotecnologia de Israel nasceu nos kibutzim, como são chama­das as fazendas coletivas, que ti­veram um papel essencial na co­lonização do Estado judeu a partir de 1948.

Com base na necessidade dos agricultores, essas empresas desenvolveram sistemas inovado­res que revolucionaram a agricul­tura irrigada, como gotejamento, fertirrigação e reciclagem da água de esgoto para reuso em algumas lavouras, como a do algodão.

Outra atração do evento são as estufas automatizadas, que per­mitem alta produtividade na pro­dução de frutas e hortaliças, de­vido ao monitoramento e controle das condições de temperatura, lu­minosidade e aplicação correta de água e nutrientes. Essa tecnolo­gia possibilita, por exemplo, a pro­dução de tomates de alta qualida­de em pleno deserto de Neguev.

O trabalho dos pesquisado­res e dos técnicos das empresas transformou a agrotecnologia em um dos principais produtos de ex­portação de Israel, que hoje rende cerca de US$ 2,1 bilhões ao ano. Essa indústria é resultado da es­treita cooperação entre os pesqui­sadores e agricultores para supe­rar a escassez de água de um país que tem metade de seu território no deserto.

Israel hoje produz e exporta uma ampla gama de sistemas e acessórios para agricultores de várias partes do mundo, como pulverizadores, miniaspersores, válvulas automáticas, filmes plás­ticos para estufas, sistemas com­putadorizados para produção de leite, máquinas e equipamentos para colheita, além de defensivos e fertilizantes.

Fonte: Revista Globo Rural (Edição Fevereiro/2015)

Para participar da Agritech 2015:

São Paulo – (11) 3095-3111
Ana Claudia B. Felisardo – [email protected]

Rio de Janeiro – (21) 3259-9148
Tamires Poleti – [email protected]

Nordeste – (85) 3244-4846
Sheila Sztutman – [email protected]

Share on LinkedInShare on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someoneShare on Google+